Como escolher uma plataforma de e-commerce?

Você vai montar a sua loja virtual e está em dúvidas sobre qual plataforma escolher? Então você está no lugar certo!

Ao começar uma loja virtual, diversas dúvidas aparecem, principalmente em relação a qual plataforma de e-commerce escolher, não é mesmo?

Existem diversas questões que devem ser analisadas e observadas antes de você escolher a sua plataforma e-commerce, afinal, ela deve atender às suas necessidades e as da sua loja.

Por este motivo, saber como escolher facilitará muito o andamento da sua plataforma de e-commerce.

Portanto, nesse artigo será apresentado algumas questões importantes que você precisa considerar antes de escolher a sua plataforma de e-commerce. Continue a leitura e confira!

Plataformas de e-commerce: o que você precisa saber você encontra aqui!

Como escolher uma plataforma de e-commerce?

Você sabe o que é uma plataforma de e-commerce?

Uma plataforma de e-commerce é um sistema onde fica a sua loja virtual, esse sistema permite personalizá-la e gerenciá-la. Nesse caso é possível personalizar e gerenciar desde produtos, estoques, preços, entre outras funções. Essas ações são muito importantes para o cotidiano do comércio eletrônico.

Existem diversos tipos de plataformas de e-commerce, entretanto, é preciso considerar diversas questões na hora de escolher a plataforma que pode fazer a diferença e ainda que atenda a sua necessidade.

Separamos algumas dessas questões importantes. Continue a leitura e descubra o que considerar na hora de escolher a plataforma de e-commerce.

Qual é o seu orçamento?

Primeiramente você deve pensar no quanto você gostaria de gastar por mês em uma plataforma. Outro ponto importante é a quantidade de acessos que o site possui. Esses dois detalhes sempre precisam andar juntos em sua escolha.

Além disso, deve-se considerar se a empresa está começando ou ela já é consolidada no mercado, pois assim você pode escolher uma plataforma que condiz com a sua realidade atual ou futura.

Nesse sentido, é necessário realizar um orçamento completo daquilo que você gastará na plataforma, sempre considerando se ela atende a sua necessidade.

Quais são as integrações disponíveis no site? (APIs)

Lembrando que o e-commerce é uma plataforma utilizada para gerar informações, como por exemplo: cadastro de produtos, pedido de cliente, entre outros. Para funcionar, precisa de método de entrega, gateway de pagamento, provador virtual (lojas), entre outros. Ou seja, no seu e-commerce não podem faltar as integrações, entretanto, é importante escolher aquilo que atenda a sua necessidade e que esteja no seu orçamento!

Oferecer suporte ao cliente

Ao escolher a plataforma que você vai usar, é importante verificar a questão do atendimento ao cliente. Se a plataforma possui chat online, atendimento, abertura de chamada. Caso haja algum problema, como será o atendimento? Em que horário eles podem atender? As vendas serão por e-mail, por telefone? Tem atendentes? Essas são apenas algumas perguntas que você deve responder e oferecer um suporte no e-commerce de qualidade.

Oferecer navegação simplificada para o seu cliente

O cliente precisa ter uma boa experiência no seu site, por este motivo, é importante oferecer uma navegação simplificada com menus e sistema de busca que realmente possa atender o seu cliente.

Realizar otimização de SEO

O SEO é uma forma de otimizar o e-commerce para ter um posicionamento melhor no Google. Nesse caso, é preciso analisar e verificar se a plataforma que você está escolhendo tem um processo amigável de otimização de SEO. A escolha correta é fundamental para que o processo seja fácil, rápido e tenha uma excelente indexação.

Personalização de layout

Existem diversas formas de deixar o e-commerce no seu estilo:

Front end – tudo o que o cliente vê. Como por exemplo: o layout, botões, jornada do consumidor, entre outros. O grande objetivo aqui e vender mais no seu e-commerce.

Back end – tudo que vem atrás do e-commerce. Ou seja, é tudo aquilo que o cliente não vê, entretanto, acontece.

Após entender algumas informações importantes sobre esses dois itens, podemos seguir falando sobre a personalização de layout, vamos lá?

É importante analisar e verificar se a plataforma que você está escolhendo oferece vários layouts e se alguns desses tem a ver com o estilo que você está procurando.

É válido lembrar que, como existem diversos tipos de layouts, algumas personalizações você conseguirá realizar sozinho. Mas, em outros casos, é importante o auxílio de um profissional para começar do zero e desenvolver aquilo que você deseja.

Nesse processo você deve estar atento a algumas questões:

Será que o site possui incorporação de HTML? Isso porque se você precisar modificar uma página em específico, o programador poderá realizar essa mudança.

O site é responsivo? O site responsivo é quando ele se adequa tanto para o desktop (versão para computadores e notebooks), quanto para o mobile (versão para celular e tablets).

Nesse caso, é preciso estar atento se a plataforma oferece os dois: uma versão tanto para o desktop quanto para o mobile. Também tem a opção de contratar um profissional para personalizar os dois.

Dashboard e informações de pedidos

Antes de você fechar com uma plataforma, é importante lembrar que elas oferecem um período de teste. Esse período é muito importante para que você veja diversas questões que já foram listadas acima, assim será muito mais fácil saber se essa plataforma atende ou não aquilo que você espera.

Além disso, é necessário saber quais são as informações do e-commerce que você tem acesso na dashboard, quantidade de clientes, onde vende mais, onde vende menos, entre outras. Ou seja, será que a plataforma pode oferecer isso para você?

Há outro detalhe importante: o SSL.

O SSL é o cadeado que aparece logo no início do link do site. Isso significa que o site é seguro. Quando não tem esse cadeado, aparece para o cliente que o site não é seguro, tanto de transações de informações quanto financeiras. Isso é péssimo para o e-commerce!

Possibilidade de integrar com outras ferramentas

A plataforma deve ser compatível com outras ferramentas, ela deve se adaptar com o crescimento e evolução da loja virtual. Um dos exemplos de ferramentas que podem ser utilizadas são: softwares de gestão, Business Intelligence, disparo de e-mails, entre outras.

Portanto, antes de escolher uma plataforma de e-commerce é necessário estar atento às questões que foram apresentadas nesse artigo. Dessa forma você terá aquilo que precisa para apresentar o seu produto e serviço no mercado, com qualidade e segurança que o seu cliente precisa!

Gostaria de saber como é o marketing digital e sobre como escolher uma plataforma de e-commerce? Entre em contato com o Ricardo Nazar, especialista em Marketing Digital e Vendas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.