Saiba o que é infoprodutos, como criar e vender

Você gosta de ouvir podcasts, de ler ebooks ou acompanhar vídeoaulas? Você já fez alguma dessas atividades hoje? Então você já consumiu um infoproduto hoje. Não está acostumado com esse termo? Não sabe no que ele pode te ajudar? Não tem problema, porque a gente te explica o que é infoproduto, quais são os principais, como criar e como vender infoprodutos. Tudo que você precisa está aqui. Boa leitura!

Descubra tudo sobre infoprodutos.
Descubra tudo sobre infoprodutos. | Foto: Freepik.

O que são infoprodutos

Começamos pela definição de infoprodutos: infoprodutos são produtos digitais dos mais diversos formatos, como vídeo, ebook e podcast, que estão disponíveis para consumo pago ou gratuito na internet. 

Então todo produto digital é um infoproduto? Não. Os infoprodutos são serviços que se diferenciam dos demais, porque seu objetivo é a informação. Nesse sentido, um clipe musical não é um infoproduto, pois não é um serviço de informação, mas uma videoaula, por ser um serviço que dissemina informação, é um infoproduto.

Os principais tipos de infoproduto

Como você sabe, a internet oferece uma variedade de serviços e produtos e com os infoprodutos, isso não seria diferente. Há vários tipos de infoprodutos disponíveis na internet e, sabendo disso, selecionamos aqueles que são os cinco principais infoprodutos, ou seja, os infoprodutos mais vendidos atualmente. Assim, você pode investir naqueles com mais chances de sucesso. Então, vamos à lista?

1.  Ebooks

Ebooks são livros digitais muito utilizados para compartilhar conteúdos educativos. Como outros infoprodutos, os populares ebooks podem ser gratuitos ou pagos.

Sua vantagem é que ele é fácil de produzir, podendo ser escrito no Google Docs e Word. Para deixar uma aparência mais bonita, os ebooks podem ser passados para Powerpoints, mas devem ser convertidos para PDF ao final.

2. Videoaulas

Videoaulas são outro tipo de infoprodutos muito comuns. Elas são muito consumidas por pessoas que estão em idade escolar ou que estão estudando para concursos públicos. Se você é professor e deseja investir em um infoproduto, as videoaulas podem ser um mercado interessante para você.

3. Podcasts

Podcasts são programas em áudio que permitem que você os ouça a qualquer momento, pois ficam gravados. Tanto no Brasil quanto no mundo, os podcasts fazem cada vez mais sucesso, ampliando seu mercado. Existem vários gêneros de podcasts, sendo alguns deles informativos e, portanto, infoprodutos.

4. Webinar

Como você participava de seminários há 20 anos? Você tinha que ir pessoalmente ao local para assistir as apresentações, certo? Hoje, você pode acompanhar um seminário que está acontecendo na Áustria diretamente da sua casa. Isso é um webinar, ou seja, seminários on-lines. Há vários temas, sobre os quais você pode se debruçar para fazer um webinar.

5. Sites de membros

O site de membros é outro formato de infoprodutos que funciona sob assinatura. Nele, as pessoas pagam um valor mensal e ganham acesso a determinados conteúdos que podem ser aulas, textos, etc. Se houver muitas pessoas interessadas no que você tem a ensinar, esse modelo de infoproduto pode ser uma opção interessante.

6. Revistas eletrônicas

As revistas eletrônicas, ou e-magazines, são como revistas impressas, porém são feitas em formato digital. Podem ser disponibilizadas gratuitamente em formato PDF, ou por meio de uma assinatura digital. As revistas eletrônicas, assim como as impressas, têm periodicidade e conteúdos apurados e exclusivos. Portanto, esse é um bom infoproduto para quem é jornalista.

3 passos para criar seu próprio infoproduto

Agora que você já sabe o que são os infoprodutos, está na hora de aprender 3 estratégias potentes, para que você saiba como criar um infoproduto de sucesso. Vamos às dicas? 

1. Defina  seu público-alvo e pesquise o mercado

O primeiro passo para que um infoproduto dê certo é definir o público alvo. Para isso, você precisa entender quem você quer atingir com seus infoprodutos, ou seja, qual a idade, profissão e perfil de consumo dessas pessoas. Sabendo o que o seu público quer, você precisará pesquisar bem o mercado: Saber quais os infoprodutos mais consumidos pelo seu público alvo, por que eles têm todo esse sucesso, etc. Com isso, você deverá elaborar estratégias para criar um infoproduto de destaque.

2. Entregue produtos de qualidade aos seus clientes

Outro ponto importante para que seu infoproduto dê certo, é que ele precisa ter muita qualidade. Atualmente, a internet tem diversos tipos de infoprodutos, muitos já com público consolidado. Assim, se você que está começando agora quiser se destacar, precisará prezar pela qualidade, porque se uma pessoa pode consumir um produto razoável e um bom, ela vai preferir o bom. 

Tenha muita atenção com o que você produz, estude bastante a área e crie formas interessantes de chamar a atenção do público para o assunto que você está tratando.

3. Escolha uma boa plataforma para hospedar os infoprodutos

Além de criar um bom produto, você precisa escolher uma boa plataforma para hospedar o seu infoproduto. Não adianta ter um bom infoproduto, se você utiliza uma plataforma que é pouco utilizada. 

As chances do público alvo deixar de utilizar as plataformas que está acostumado, só por conta de um infoproduto, são baixas. Na sua pesquisa pelo perfil do seu público alvo e pelo mercado, você já conseguirá saber quais são as plataformas mais utilizadas para consumo de cada infoproduto. 

Utilize as plataformas que o público alvo já utiliza, pois geralmente elas já são mais conhecidas e oferecem bons recursos.

Como criar uma estratégia de marketing para infoprodutos

Com um infoproduto criado, é necessário criar boas estratégias de marketing para divulgar os seus infoprodutos. É hora de deixar que o público conheça o seu trabalho. Para isso, você deve utilizar três estratégias que são muito úteis para atrair público para seus infoprodutos. Vejamos quais estratégias são essas!

1. Crie uma landing page

Uma landing page ou página de aterrissagem, traduzido para o português, é um espaço virtual elaborado para fins específicos, de divulgar um determinado produto. Ela é o primeiro lugar, que uma pessoa que busque pelo seu infoproduto, vai parar. 

Ao criar um infoproduto, você também precisa pensar em uma landing page, apresentando o seu infoproduto, de modo que o visitante se sinta instigado a consumi-lo.

2. Divulgue nas redes sociais

No mundo digital, as redes sociais são espaços importantíssimos para divulgação de produtos e serviços. Por meio delas, você pode se comunicar com pessoas de diversos locais, idade, etc. Por isso, crie perfis nas redes sociais, exclusivamente, para a divulgação dos seus infoprodutos e alimente esses perfis diariamente, divulgando os seus infoprodutos.

3. Invista em e-mail marketing

E-mail marketing é outra ferramenta muito utilizada para uma comunicação efetiva. Quem acha que e-mail é algo ultrapassado, ainda não entendeu a importância dessa ferramenta. Muitos profissionais utilizam a ferramenta diariamente e as grandes empresas sabem disso. 

Por isso, elas investem em e-mail marketing que funciona da seguinte forma: A pessoa acessa a página do seu infoproduto e deixa o e-mail dela para receber novidades sobre o produto. Com isso, o público fica sabendo das novidades do seu infoproduto e pode consumir mais.

Invista em marketing digital com Rodrigo Nazar

Essas três estratégias de marketing são essenciais para que o seu infoproduto seja conhecido, no entanto, há outras estratégias que podem ser usadas para tornar os seus infoprodutos ainda mais conhecidos. Nesse sentido, o Ricardo Nazar pode te ajudar. Ricardo Nazar é um consultor de marketing digital que oferece treinamento na área e, com ele, você aprende tudo o que você precisa para a divulgação dos seus infoprodutos. Com 12 anos de experiência nas áreas de Gestão Estratégica, Marketing e Vendas, Ricardo Nazar te ensina o método de alavancagem de vendas que vai mudar seu negócio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.